Linha de produção da marca Luiza Barcelos
Linha de produção da marca Luiza Barcelos
Etapa da produção na fábrica da marca Debora Germani
Etapa da produção na fábrica da marca Debora Germani
Couros na fábrica São Manoel em Belo Horizonte
Couros na fábrica São Manoel em Belo Horizonte
O Sindicato das Indústrias de Calçados no Estado de Minas Gerais e o Sindicato das Indústrias de Bolsas e Cintos no Estado de Minas Gerais lançam o livro Arte em Couro – A Força Empreendedora e a Energia Criativa da Indústria de Calçados e Bolsas de Belo Horizonte – iniciativa que integra as ações desenvolvidas através do Programa de Melhoria de Competitividade do APL de Bolsas e Calçados de Belo Horizonte e RMBH-Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo os presidentes dos sindicatos, Jânio Gomes e Rogério Lima, o objetivo da publicação é resgatar a trajetória das empresas que trabalham no segmento trazendo este legado para as novas gerações do mercado, contribuindo com a cultura do empreendedorismo no país.

“A intenção é deixar registrado o pioneirismo dos empresários que nos antecederam, a ousadia, inovação e entusiasmo dos que vieram depois. Trata-se de uma homenagem a todos que se apaixonaram pelo setor, contribuindo para seu engrandecimento”, afirmam.

O livro parte de uma retomada histórica da produção de couro em Minas Gerais, sua importância econômica e cultural, e relembra a história de Belo Horizonte e os movimentos culturais e estéticos que construíram as bases da moda e design no estado.

Polo criativo

Da manufatura à indústria conectada às tendências mundiais da moda, Arte em Couro narra, da década de 1960 à de 2000, o desenvolvimento das indústrias mineiras e a performance das marcas no mercado nacional, mostrando um polo que cresceu e prosperou sob o primado da criatividade no design, do trabalho artesanal e do crescente direcionamento para o público feminino. Empresas pequenas e médias, em sua maioria, conseguiram chamar a atenção do Brasil por seu trabalho inovador e diferenciado, que garantiu a Minas Gerais a fama de capital do design de calçados.

O livro, com narração no estilo reportagem, destaca também a trajetória dos principais empreendedores e estilistas, os cases de sucesso das grandes marcas e os fatos marcantes da evolução do segmento, que se firmou como um dos mais importantes da moda no Brasil.

Para sua realização foram entrevistas por volta de 60 pessoas que atuam nesse mercado entre empresários, estilistas, designers, consultores e sindicalistas. O trabalho se completa com farta pesquisa iconográfica, que traz fotos históricas do acervo das indústrias focalizadas, imagens de campanhas das marcas e da linha de produção das fábricas.

Com projeto gráfico da agência New360, assinado pela designers Angela Dourado e Andrea Gomes, Arte em Couro foi editado pela Conceito Editorial, sob o comando dos jornalistas José Eduardo Gonçalves e Silvia Rubião, com pesquisa e texto da historiadora Doia Freire e da jornalista Teresa Cristina  Motta e fotos de Daniel Mansur. O prefácio é da jornalista Anna Marina, editora do Caderno Feminino & Masculino do jornal Estado de Minas. A coordenação geral é do Sistema FIEMG – Federação das Indústrias de Minas Gerais.