Reserva 26959_Reserva 27437_eReserva30314_eReserva30500_Reserva28613_Reserva 26583_e

O manequim é o mesmo de quando tinha 18 anos e a interação com a câmera também. Figura onipresente em passarelas e editoriais dos anos 90 no Brasil e no exterior, Paulo Zulu volta ao pódio da moda no lookbook de inverno 16 da Reserva que chega às lojas da marca.

Aos 52 anos, Zulu continua com a mesma energia que conquistou estilistas como Giorgio Armani, Valentino e Jean Paul Gaultier. “Ainda sou um ótimo vendedor. Se necessário uso até saia, sem nenhum problema”, entrega ele, que não precisou lançar mão da peça feminina e aparece nas fotos vestindo malhas, lãs e tricôs de fio índigo da coleção de inverno da marca carioca.

E se a “máquina humana” de Zulu vai bem, obrigado, a prova de que o corpo são pode produzir uma mente sã, vem da análise do modelo sobre o padrão do comportamento masculino atual. “O machismo vem caindo por terra. Percebo pelo número de maridos que me pedem foto ao lado de suas esposas. O homem hoje em dia se permite mais, sabe a hora de chegar bem apresentado e a hora de ser o macho alfa”, avalia ele, sem perder a ternura.

A presença de Zulu no inverno da label vem atrelada à campanha “Meninos de Ouro”, uma homenagem à maturidade com rapazes de 60 até 76 anos.

#reserva

Anúncios