Catarina Mina, na categoria Moda, e o projeto da marca Fia Oficina de Artesãs, na categoria artesanato, são finalistas da iniciativa da 3M mundial.

catarinamina850xn

 De 24 a 4 de dezembro, a marca convida parceiros e apoiadores da marca a participar do voto popular via Facebook (que só pode ser efetuado do computador)

Como premiação os vencedores nas 22 categorias,  terão a participação em uma rodada de negócios entre os vencedores e fundos de investimento interessados em empreendimentos criativos e inovadores dos setores da Economia Criativa brasileira.

Além disso, todos os vencedores receberão apoio para a criação de material completo de divulgação e estruturação para publicar uma campanha de financiamento coletivo através de plataforma de crowdfunding parceira do Prêmio Brasil Criativo”.

O Prêmio Brasil Criativo

A iniciativa valoriza a criatividade presente na alma de todo brasileiro: seja na criação da famosa gambiarra, fazendo muito com pouco, seja na explosão de startups, patentes e descobertas em centros de pesquisa e inovação espalhados por todo o país. Em um ano marcado por tantas manifestações, crises institucionais, proibições e repressões, a segunda edição do prêmio celebra a liberdade como aspecto essencial para o desenvolvimento de uma sociedade em que a criatividade é um direito. Ao todo, serão 22 categorias premiadas.

 A marca cearense Catarina Mina

450xn450xn-2

A Catarina Mina nasceu no Ceará há 10 anos. A marca já ganhou o Brasil e três pontos de venda nos EUA, Reino Unido e Porto Rico, e figurou em feiras em capitais europeias como Berlim e Paris. A Catarina Mina continua tendo o Ceará como base de trabalho e produção. Um dos resultados da permanência e da relação com o lugar é a afirmação de produto artesanal cearense, situando a marca em um movimento local e não menos luxuoso que outros trabalhos com foco em handmade do País.

Especializada na criação e desenvolvimento de bolsas feitas à mão, a marca reflete a  dedicação a todo o processo que envolve o nascimento de cada peça em produtos que aliam a tradição do artesanato à sofisticação do luxo.

850xn

Hoje a marca se destaca por seu projeto #umaconversasincera que teve visibilidade e reconhecimento nacional, recebendo prêmios pela inciativa, entre eles o Prêmio ECOERA, idealizado pela consultora Chiara Gadaleta.

Conheça o projeto #umaconversasincera, que rege a campanha de custos abertos da marca, fazendo a ponte de viabilização e criação de produto de design para o artesanato de dezenas de mulheres em comunidades.

FIA Oficina de Artesãs

A FIA {oficina de artesãs} nasceu da vontade de repensar os laços entre mercado, artesãos, designers e consumidores. Desenvolvido pela designer Celina Hissa e pela publicitária Lívia Salomoni, juntamente com a Catarina Mina, tem como objetivo criar uma ponte direta entre o consumidor final e artesãs cearenses, proporcionando uma comercialização do produto artesanal de maneira transparente e rentável para artesãs do norte do Ceará, que recebem um valor justo pelo seu trabalho e assim conseguem ter recursos financeiros e motivação para dar continuidade à produção de novas peças.

850xn-1

O projeto – que está entre os 6 semifinalistas do PRÊMIO BRASIL CRIATIVO (2016) – iniciativa da 3M, lançou sua primeira mini coleção em outubro de 2015 com itens de decoração feitos 100% à mão pelas artesãs – que foi vendida com sucesso no site de financiamento coletivo Catarse, arrecadando quase o dobro do valor estipulado antes do encerramento da campanha e contando com mais de 200 apoiadores.

Nova parceria entre o social e o design de móveis e objetos

A segunda coleção da FIA {Oficina de Artesãs} será lançada em dezembro de 2016 em parceria com a OPPA (http://www.oppa.com.br), marca brasileira de móveis e objetos de design. Ambas as marcas apostam em novas formas de promover o encontro entre consumidores e objetos de design por preços justos e acessíveis.

A nova coleção traz diversas peças feitas em palha de carnaúba, material sustentável que carrega o selo da sustentabilidade ecológica por utilizar matérias primas que não passam por tingimentos com produtos químicos sintéticos, o que garante a preservação do meio ambiente.

450xn-1

O desenvolvimento da coleção também promove a sustentabilidade social por garantir uma produção de forma justa e responsável à medida em que valoriza um bem cultural, como o artesanato em palha e em crochê.

A FIA {oficina de artesãs} é um negócio social brasileiro que valoriza uma cadeia transparente e que movimenta e gera renda para uma comunidade de 40 artesãs de pequenas localidades do norte do Ceará.

Fotos Divulgação Catarina Mina

Diretora Criativa|Founder: Celina Hissa

insta: @catarinamina

site: www.catarinamina.com.br

face: BolsasCatarinaMina

@agencialema