Em sua quarta edição, reúne por volta de 100 eventos pela cidade e abrange diversas vertentes.

Inspirado na famosa semana de design de Milão, na Itália, o DMAIS Design, maior iniciativa do mercado de Minas Gerais, nasceu com foco no segmento da arquitetura e decoração. Mas, em sua 4ª edição e já consolidado no calendário de Belo Horizonte, o festival vem expandindo sua proposta e abrangendo as outras vertentes relacionadas ao design. Tudo com o intuito de aproximar cada vez mais o público, envolvendo-o em programações diversificadas e interessantes.

Fotografias de Daniel Mansur na Marcela Bartolomeu Escritório de Arte . Divulgação
Fotografias de Daniel Mansur na Marcela Bartolomeu

 

Exposição de fotos e joias

Este ano, diferentes tipos de ações integram a programação. São aproximadamente 100 eventos que acontecem por toda a cidade, entre os dias 19 e 25 de junho. Vale destacar a exposição “Resquícios da Memória” com fotografias de Daniel Mansur, que pode ser visitada na Marcela Bartolomeu Escritório de Arte (Avenida Bandeirantes, 31, Sion).

Ação Manoel Bernardes e Pátio Savassi. divulgação
Ação Manoel Bernardes e Pátio Savassi

 

Na programação, também é possível visitar no Pátio Savassi (Avenida Contorno, 6061, São Pedro – 3° piso) uma linda mostra de joias premiadas, em parceria com a joalheria Manoel Bernardes. A curadoria é do próprio Manoel Bernardes, um dos diretores da marca mineira.

Marcas de moda propõem ações

Outro destaque na programação são as ações de duas marcas de moda, a Coven de Liliane Rebehy, e a Jardin, da estilista Bharbara Renault. A primeira inaugura durante o festival de design um mural de grafite na fachada de sua loja (Rua São Paulo, 2159, Lourdes), ressaltando sua relação com a arte. A Jardin (Rua Lavras, 92, São Pedro) apresenta novos talentos do design e produtores locais por meio de um Mercado de Moda, no qual o público além de conferir as peças pode comprá-las.

Ação Guaja . Divulgação
Ação Guaja

Espaços de coworking também promovem suas ações. O Guaja (Avenida Afonso Pena, 2881, Funcionários) apresenta sua loja temporária, com criações de novos designers da cena local. Já o Impact Hub (Av. Getúlio Vargas 1492, 2º andar), no coração da Savassi, criou uma agenda toda especial para o festival, com: opening house, oficina gratuita, workshop, lançamentos de produtos e encontros.

Arquitetura efêmera

A Fósforo Cenografia inaugura durante o festival seu galpão, com direito a instalações e festa das mais divertida. Em frente ao local, e seguindo a tendência de arquitetura efêmera, a Com Pallet promove workshop sobre montagem de parklets. A Casa Leopoldina também mostra em seu espaço, no bairro Santo Antônio, as criações dos produtores locais; e a designer Suka Braga abre seu ateliê para lançamento de coleções e palestra sobre as conexões do design, arte e moda.

Para acessar a programação completa do festival, que conta com outras ações, basta entrar no aplicativo DMAIS Design, disponível gratuitamente na Apple Store e Google Play.

http://www.dmaisdesign.com.br/

@amplacomunicacao