Assinada pelos designers Filipe Costa e João Emediato, a série foi criada com a proposta de investigar e resignificar a função das bandeiras na vida cotidiana. As peças estão em exposição e estarão participando de um leilão virtual, que será finalizado no dia 04 de julho.

nunca_dormir_nunca_acorda_lampejo_foto_helena_lopes.jpg

O Estúdio Lampejo promoveu no Guaja, casa de eventos de Belo Horizonte, a ação de lançamento da coleção Breves Bandeiras.  São sete bandeiras autorais, criadas pelos designers Filipe Costa e João Emediato. Na ocasião também foi aberto um leilão virtual das obras expostas, que segue até o dia 04 de julho. Os lances poderão ser realizados pelo site www.brevesbandeiras.com.br. O lance mínimo para a aquisição é de R$ 500 para cada bandeira e os participantes poderão receber por e-mail as atualizações do leilão.

ocio_lampejo_foto_helena_lopes.jpg

Trabalho autoral

O estúdio é reconhecido por seus projetos experimentais e sempre buscou conciliar as criações artísticas aos projetos que desenvolvem para os clientes. A série das bandeiras surge neste contexto como um trabalho autoral que utiliza de recursos gráficos para ganhar forma e sentido.

A proposta da dupla com este trabalho é investigar e resignificar a função das bandeiras na vida cotidiana, através de um exercício de composição de formas, cores e símbolos. Provocados por bandeiras reais – de cidades, estados, nações e agremiações – e pelos princípios que orientam sua criação, os designers desenvolveram estandartes com textos que provavelmente não seriam encontrados em tais objetos.

teimosia_lampejo_foto_helena_lopes

“A primeira coisa que fizemos foi criar e colecionar uma porção de palavras e frases que gostaríamos de colocar em uma bandeira, ou seja, dizeres que nunca estariam na bandeira de algum estado ou nação mas que nos pareciam enigmáticas e poéticas. Acho que a pergunta, em certo momento, era: o que seria possível afirmar hoje numa bandeira?”, comenta João.

Sobre a coleção

Partindo dos sentidos e da presença de tais objetos em nosso dia-a-dia – bandeiras de cidades, estados, nações, agremiações – os designers desenvolveram estandartes com frases e dizeres enigmáticos e poéticos –  que normalmente não seriam encontrados em tais objetos. Na ocasião, o público presente foi convidado a participar de um leilão virtual, podendo arrematar qualquer uma das obras expostas. “O trabalho é um convite pra imaginação e pra sensibilidade de cada um. Depois que começamos a desenvolvê-lo, começamos a notar cada vez mais as bandeiras que nos cercam e a estranhá-las muito, e isso é ótimo. Ver as coisas por outras perspectivas. Geralmente uma bandeira representa as paixões de um grupo de pessoas. Será curioso perceber se essas anti-bandeiras são capazes de representar paixões, provocá-las, ou não.”, comenta João.

tudo_vibra_lampejo_foto_helena_lopes

Projetos experimentais

O portfólio do Estúdio Lampejo inclui projetos de design gráfico, produção editorial e identidade visual, incluindo criação de embalagens, produtos e ilustrações, com forte atuação na área cultural. A exposição/leilão surge como uma possibilidade para a dupla de designers desenvolverem um projeto especial, para além dos trabalhos desenvolvidos regularmente no estúdio, como destaca João: “Já há algum tempo Filipe e eu tentamos conciliar projetos próprios com um caráter mais experimental aos projetos que desenvolvemos no estúdio. Prá gente é um jeito de manter a criatividade em exercício e ampliar nossas perspectivas como artistas gráficos”. A Dupla participou recentemente do 3º ING (Inspire Network Generate) Creative Festival, em Dubai, a convite da organização do evento. Na ocasião, eles promoveram o lançamento da primeira edição da revista This is Not a Portfolio, uma compilação de imagens reeditadas contendo projetos publicados e até mesmo alguns que foram reprovados. A dupla está se preparando atualmente para lançar a publicação no Brasil.

Outro desdobramento da participação do Estúdio Lampejo no festival foi a conexão com a Organização Waraq (www.waraq.org ), com sede em Beirute. Fundada em 2012, ela funciona como uma plataforma voltada para promover e conectar artistas da região árabe das áreas de design, animação e ilustração com outros profissionais do setor, possibilitando a troca de recursos e experiências. A parceria entre Estúdio Lampejo e a Organização Waraq está sendo desenvolvida com foco na realização de uma residência artística.

#bandeiras #projeto #leilão virtual

Fotos Divulgação

Exposição

Datas: de 26 de junho a 04 de julhoq

Horário de visitação: 09h às 0h

Local: GUAJA (Avenida Afonso Pena, 2881 – Funcionários)

Leilão Virtual

Das 20h do dia 26 de junho, às 20h do dia 04 de julho

Lances no site: www.brevesbandeiras.com.br

 

Estúdio Lampejowww.estudiolampejo.com.br

Rua dos Carijós, 424 – Sala 2308 – Centro – Belo Horizonte – Minas Gerais

(31) 2555 9968