A mostra aborda a essência de ser mineiro. Projeto promove oficinas de confecção de tapetes de serragem e de estandartes religiosos.

unnamed - Cópia

Após o êxito da Exposição Itinerante “Africanidades”, que percorreu o interior do Estado em 2016 trazendo um recorte do acervo do Memorial Minas Gerais Vale com foco em questões étnico-raciais, neste ano, o museu pôs o pé na estrada com o Projeto Mineiridades, levando cultura gratuita, por meio da experiência, e ampliando o acesso das comunidades envolvidas.

A iniciativa, composta por uma exposição e atividades culturais e educativas, reproduz salas do Memorial como Barroco Mineiro, Fazendas, Caminhos e Descaminhos e Jequitinhonha, e fará a releitura de outras, levando para as cidades uma nova oportunidade de vivenciar a essência de ser mineiro. Ao adentrar a exposição, os visitantes serão envolvidos por memórias afetivas por meio de sons, imagens e aromas.

A exposição encontra-se em Congonhas, no Museu Congonhas, na Alameda Cidade Matosinhos de Portugal, 77, Basílica Congonhas.

A mostra fica aberta, gratuitamente, até 24 de setembro.

unnamed (1)

Oficinas

Em cada localidade, a exposição agrega parte da cidade e da história de seus moradores, como forma de valorizar as tradições locais.  Em Congonhas, o projeto promove oficinas de confecção de tapetes de serragem e de estandartes, tradicionais itens religiosos usados em cerimônias, como procissões.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone (31) 3731-3979.

A Exposição também conta com um totem para visita virtual ao acervo completo do museu. Além de Congonhas, ao final do ano, a exposição Mineiridades terá passado também por Nova Lima, Itabirito, Ouro Preto, Itabira, Brumadinho e Santa Bárbara.

Museu de Congonhas 

Localizado na Alameda Cidade de Matosinhos, o Museu de Congonhas foi inaugurado no final de 2015 com a missão de potencializar a percepção e a interpretação das múltiplas dimensões do Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, sítio histórico que, desde 1985 tem o título de Patrimônio Cultural Mundial.

Os princípios que orientam tanto as exposições, quanto as ações educativas e os demais programas de atividades do novo Museu partem do reconhecimento da pluralidade de significados do sítio histórico desta cidade mineira e de suas práticas sociais, para oferecer meios facilitadores de apropriações cognitivas, sensoriais e emocionais. A instituição fica aberta ao público, de terça a domingo, das 9h às 17h; e quartas, das 13h às 21h.

Memorial Minas Gerais Vale

O Memorial Minas Gerais Vale é resultado da parceria entre a Vale, a Fundação Vale e o Governo de Minas e funciona no antigo prédio da Secretaria de Estado da Fazenda, originalmente denominada Secretaria das Finanças no século XIX. O espaço é uma iniciativa que se alinha ao propósito da Fundação Vale de fortalecer as identidades culturais regionais e valorizar a cultura, a memória e o patrimônio histórico nos territórios onde a Vale atua.

Fotos Divulgação

@etccomunicacao